Total de visualizações de página

Seguidores

sábado, 17 de maio de 2014

Deputado Federal Antonio Antônio Balhmann é condenado pela Justiça eleitoral por fazer propaganda política antecipada em encontro realizado em Irauçuba.



O deputado federal Antônio Balhmann (Pros-CE) foi condenado pela Justiça por propaganda eleitoral antecipada e terá de pagar uma multa de R$ 5 mil. A decisão atende a uma representação da Procuradoria Regional Eleitoral, ingressada no dia 28 de março deste ano, contra o político. Ele é acusado de ter lançado sua candidatura à reeleição durante o evento intitulado "I Plenária para o Desenvolvimento Sustentável de Irauçuba", ocorrido no dia 10 de agosto de 2013.

De acordo com a procuradora regional eleitoral auxiliar Nilce Cunha, autora da representação, a plenária foi organizada com o objetivo de obter vantagem eleitoral ilícita. "Sendo declaradamente pré-candidato às eleições no próximo pleito, o deputado foi e está sendo beneficiado com a exposição de seu nome e de sua imagem aos eleitores, com a mensagem de que é um político apto e, sobretudo, conhecedor do histórico e das necessidades da cidade", avalia Cunha.

A representação contra Balhmann afirma que ele teria contado com o apoio de outros políticos da região. Segundo a Justiça, gravações mostram o grupo enaltecendo a candidatura do deputado,

A reportagem  entrou em contato com o deputado federal, que negou as acusações. Segundo Balhmann, não houve propaganda eleitoral antecipada durante o encontro com outros políticos em Irauçuba.

"Houve uma reunião sobre desenvolvimento econômico em Irauçuba. Uma espécie de seminário sobre a minha especialidade, mas não houve propaganda antecipada. Não pedi voto à ninguém", disse Balhmann.

Fonte: O POVO