Total de visualizações de página

Seguidores

sábado, 11 de abril de 2015

Irauçuba: adutora construida pelo governo estadual não garante o abastecimento d' água na sede.



Aquela que seria uma obra que garantiria o abastecimento hídrico dos moradores da sede do município tornou-se um pesadelo para as pessoas. Grande parte reclama que o precioso líquido não chega nas torneiras das residências.

A adutora foi inaugurada em novembro de 2014 pelo ex-governador Cid Gomes e contou com a presença de políticos e centenas de populares. Mas os problemas começaram a surgir logo após a inauguração, pois no projeto não foi incluído a instalação de energia elétrica no local para o funcionamento das bombas. Foi então feito uma gambiarra trazendo um gerador movido a diesel.

O problema da instalação elétrica foi resolvido 4 meses depois com a Coelce fazendo a instalação da rede elétrica. Mas o cerne da questão da adutora de engate são as juntas colocadas entre os canos que estoura, fazendo jorrar grande quantidade de água  desperdiçando o produto que era para estar abastecendo as residências.

Quase que diariamente o público posta vídeos nas redes sociais que mostram imagens de água sendo desperdiçada  com vazamentos nos canos, revoltando as pessoas que sentem falta do produto. E são obrigadas a comprá-la dos carros particulares que vende-a  por preços exorbitantes, e além de tudo de qualidade duvidosa. No Hospital municipal os casos de diarreia em crianças  multiplica-se em virtude do consumo de água sem tratamento.

A gestão municipal através do prefeito Zé Mota realizou Audiência Pública para discutir a solução do problema,  na qual comparecem dirigentes de órgãos e autarquias estaduais dentre as quais a CAGECE. Segundo o responsável pela empresa a situação viria a se normalizar em breve. Só que esta brevidade está se tornando secular. E a população paga à conta.

Não pode se gastar 3 milhões de reais em uma obra pública e a mesma não funcionar. É dinheiro público jogado ao vento.