Total de visualizações de página

Seguidores

terça-feira, 19 de março de 2013

São José sem chuva, prenúncio de mais um ano de seca.

                                                                
Quando não chove nos meses de janeiro, fevereiro  o sertanejo aguarda ansioso pelo dia 19 de março. Este é o dia do Padroeiro do Ceará: São José Os mais velhos mantém a tradição, caso não chova será mais um ano de seca. A ciência explica este fenômeno devido a proximade da passagem do Equinócio no Hemisfério Sul que ocorre no dia 21.
No dia de São José  a cidade de Irauçuba amanhece nublada , mais até as 11: 30 não choveu. E o que se prenuncia pela frente é o proseguimento da estiagem que já assola a região há quase 2 anos. A partir de agora a situação dos sertanejos tende a piorar. Aqui na sede de Irauçuba, já conta com um caminhão-pipa  transportando água do açude Pajeú. O açude Jerimum encontra-se com menos de 3% da  capacidade hídrica. A água que chega em algumas torneiras das casas nos locais mais baixo da cidade. É um líquido esverdeado e com cheiro podre.

Grande parte das residências estão sendo abastecidas por vendedores de água. Estes transportam o produto em vasilhames de 1000 litros nos caminhões.  Um  m³ de água custa entre 35 e 40 reais. Só as pessoas que tem um poder aquisitivo mais alto conseguem comprá-los. Os mais pobres se viram como podem.

Na área urbana a situação encontra-se caótica, na rural é pior. Fazendeiros e pequenos pecuaristas já perderam seus rebanhos. Os animais morrem de fome e sede, ou então foram vendidos por pouco ou quase nada para serem abatidos. Enquanto isto não vimos ação por parte do governo estadual. Neste estado o governo do faz de conta, governa apenas para o 1%  da população, ou seja para  os mais ricos.

Hoje o governo estadual anuncia com grande estandalhaço o laçamento do Programa São José. Este programa existe há vários anos no estado, mais  pouco ou quase nada fez em prol dos mais pobres. Ninguém presencia ações para acabar realmente com à falta de água nesta região. Este região estará fadada a viver secularmente um fenômeno que é nosso, mais que existe solução: a seca.

Muitos países que vivem em aridez pior que o nosso já conseguiram  aprender a conviver com à pouca água. Para isso foram encontradas soluções criativas e antes de tudo: vontade política, coisa que está a faltar nos  políticos deste estado. Muitos só pensam em seu status, seu bem estar social, o povo que se Lixe!