Total de visualizações de página

Seguidores

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Precisa se pagar 650 mil reais para um show de Ivete Sangalo na inauguração do Hospital Regional da Zona Norte?

                                                  

Sejamos justos em reconhecer que o Hospital Regional da Zona Norte localizado em Sobral e construído com recursos do governo estadual será um marco na saúde da região e também do estado. A região Norte que antes só contava com um Hospital de porte médio que era a Santa Casa de Misericórdia de Sobral e mesmo assim esta instituição não é pública é uma sim filantropica.

As reclamações  quanto ao atendimento dos mais carentes naquela unidade hospitalar( Santa Casa) são muitas. Com o atendimento pelo SUS e também particular, prioriza-se quem tem dinheiro, a população que será atendida  pelo novo hospital sente esperança que a saúde melhorará consideravelmente, todavia, estranha-se que para a inauguração do Hospital haja a necessidade de pagar um show caríssimo da baiana Ivete Sangalo. Informações veiculadas nos órgãos de impressa são de que o show custará aos cofres públicos do estado a bagatela de 650 mil reais.

Em um estado que passa por uma seca, onde sua população sofre com a falta de água e os rebanhos de bovinos, ovinos e caprinos morrem por falta de comida. Considera-se um ato atentatório aos  bons princípios humanos. Ressaltamos da importância do Hospital, mas não precisa se gastar tanto dinheiro público para inaugurá-lo. Esses recursos que serão gasto, poderia amenizar o sofrimento de muitos sertanejos contratando carros-pipas para abastecer de água as localidades dos sertões cearenses.

Leio nos noticiários que o MPC já entrou com um pedido de cancelamento do show de Ivete. O Ministério Público alega que os preços apresentados em duas notas fiscais não servem como parâmetro dos valores praticados no mercado.. que prevaleça o bom senso e que seja economizado os recursos públicos para  que o Hospital Regional Norte funcione a contento e sirva de referência e respeito a população desta região tão carente de um equipamento desse porte.