Total de visualizações de página

Seguidores

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

BA: Em meio a cortes e demissões, prefeitos fazem evento em resort no litoral.

                                           Hotel Vila Galé, no litoral baiano                              

Em meio a um cenário de cortes e demissões de final de mandato, a UPB (União dos Municípios da Bahia) promoveu evento com 356 prefeitos eleitos e reeleitos do Estado em um resort no litoral norte baiano, ao custo de R$ 450 mil, segundo a organização.
O encontro, entre os últimos dias 9 e 11, ocorreu em Guarajuba, praia de Camaçari (BA), cidade comandada há oito anos por Luiz Caetano (PT), presidente da UPB.
Em 2007, ele foi preso pela Polícia Federal na Operação Navalha, acusado de envolvimento com a construtora Gautama. Ele entrou com uma ação, em curso, com pedido de indenização por danos morais contra a União.
Por estar em sua cidade, disse ter obtido desconto generoso do grupo português Vila Galé, que controla o hotel. A diária é de R$ 1.200.
"Se alguém vier falar que estamos fazendo farra, saiba que esse evento foi todo bancado por diversas empresas. Ninguém aqui está pagando nada", disse Caetano, ao microfone, enquanto uma palestra pós-almoço atrasava em mais de 40 minutos --com o auditório esvaziado. 
Ao todo, 18 marcas foram apresentadas como parceiras do encontro, em uma lista que ia dos governos estadual e federal a banco e cervejaria.
Outra parte das empresas era ligada a serviços de contabilidade municipais, de olho em expandir os clientes.
"Não precisam fazer nenhum tipo de lobby. Nós é que precisamos deles", disse o prefeito eleito de Ibipeba, Israel Lelis (PP). Ele afirmou estar "aprendendo lições básicas" --apontando para os estandes do Banco do Brasil e da Caixa Econômica.
A UPB, que estima ter arrecadado R$ 500 mil, é uma entidade sem fins lucrativos, de acordo com o seu estatuto.
Enquanto isso, prefeitos reeleitos culpavam a Lei de Responsabilidade Fiscal para explicar o momento de crise ao término de suas gestões.
Numa das tentativas para encher o auditório, Caetano lançou: "Sei que na campanha o prefeito não teve tempo de namorar a esposa, que todo mundo quer descansar, mas vale conferir mais essa palestra. Afinal, estamos felizes. Todo mundo ganhou!"

Fonte: Folha de SP