Total de visualizações de página

Seguidores

sábado, 10 de novembro de 2012

Abastecimento de água nas pequenas cidades não é prioridade dos governos estadual e federal.

 

Moradores das pequenas cidades estão condenados para sempre nas secas a ser abastecidos de água colocada em tanques de cimento, por carros- pipas.



Mas uma vez os habitantes dos pequenos municípios cearenses sentem-se desprestigiados pelas políticas de combate aos efeitos da seca. Ontem na Bahia, em reunião do Conselho Deliberativo da Sudene na qual estava presente a Presidente Dilma e diversos governadores do Nordeste dentre os quais o governador Cid Gomes.

Na ocasião, foi liberado cerca de 143 milhões de reias para obras para obras hídricas a serem realizadas em cidades do Ceará. O que chamou a atenção foi que a prioridade das obras são cidades de porte médio a grande. A lista dos municípios beneficiados são os seguintes: Juazeiro do Norte, Aracati, Tauá, Itapipoca, Sobral, Russas, Quixadá e Caucaia.

Para a resolução da falta de água nos pequenos municípios ficou apenas nas promessas o governador Cid Gomes afirmou que "“A sede dos municípios de Quiterianópolis, Palmácia, Irauçuba, Itapajé, Parambu, Salitre e Campos Sales passam por  problemas quanto ao abastecimento, mais serão solucionados".
A pergunta é que para quando os "problemas serão solucionados" Sr. Governador? De promessa  os moradores destas cidades já estão cansados. A população de Irauçuba está sentido na pele os efeitos da falta d' água, já que na sede, água nas torneiras é privilégio de poucos.

 Enquanto isto a maior parte da população obriga-se a comprar água  transportada em vasilhames nos caminhões. Sendo este produto, sem tratamento, e de qualidade duvidosa. O Açude Jerimum, que nos abastece,  encontra-se hoje com 9,7 % da capacidade ou pouco menos de 2 milhões de metros cúbicos de água, Está praticamente vazio.

O Secretário de Desenvolvimento Agrário do estado anunciou que o governo irá construir uma adutora do açude Missí, que se localiza no vizinho município de Miraíma. e que o projeto já está pronto, aguardando apenas a liberação de recursos do governo Federal.

Solução para que não haja um colapso total de água em Irauçuba só Deus mandar um bom inverno para encher nossos açudes. Se formos esperar pela vontade dos políticos estamos fadados ao sofrimento, já que se a construção da adutora se inicia-se hoje, daqui a uma ano é que estaria pronta.

CHEGA DE PROMESSAS SENHORES POLÍTICOS, BUSQUEM SOLUÇÕES DEFINITIVAS, DE RETÓRICA O POVO ESTÁ CANSADO!!!!!!!!!!