Total de visualizações de página

Seguidores

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Dengue, Agosto já chega a quase 1000, casos no Ceará!

Doença que tem tirado à vida de milhares de brasileiros. A dengue tem se espalhado de forma assustadora no Ceará. Estamos em pleno mês de verão, mas mesmo assim a doença não tem dado trégua. Somente na última semana, foram confirmados 908, casos no Ceará ( Fonte: Diário do Nordeste). Os óbitos em consequência da doença chega a 55, em 2011. No ano já foram confirmados um total de 44483, de cearenses que contraiu o vírus da dengue.

Os números da doença são assustadores é necessário que o poder Público tenha responsabilidade e assuma a gravidade. A cada semana novos óbitos são confirmados. Sabe-se que a dengue é transmitida na forma do vetor mosquito. A comunidade deve se concientizar em não manter vasilhames acumulando água sem necessidade, pneus usados, garrafas pet, baldes plásticos  devem ser incinerados ou reutilizados de forma adequada.

A limpeza das cidades  deve ser intensificada. A vigilância Sanitária de cada município deve estar atenta aos lixões clandestinos que se localizam dentro do perímetro urbano. Verdadeiros focos de criatório do Aedes. A responsabilidade da fiscalização das ações de combate, fica a cargo da Secretaria de Saúde de cada cidade. O problema é de todos, mais a responsabilidade maior recai no ombro dos gestores locais. Não pode é a cada mês, mais óbitos de cearenses virar manchete de jornais. É preciso conscientização, o nosso futuro está morrendo( nossos jovens e crianças). O inimigo é tão pequeno! mais é Letal. SENHORES MOBILIZEM-SE, VAMOS ACABAR COM ESTA EPIDEMIA.

Sintomas da Dengue Clássica

  • Febre alta
  • Forte dor de cabeça
  • Dor atrás dos olhos
  • Perda do paladar e apetite
  • Manchas e erupções na pele semelhantes ao sarampo
  • Náuseas e vômitos
  • Tonturas
  • Extremo cansaço
  • Moleza e dor no corpo
  • Muitas dores nos ossos e articulações.



Sintomas da Dengue Hemorrágica

  • Todos os sintomas da Dengue Clássica
  • Dores abdominais fortes e contínuas
  • Vômitos persistentes
  • Pele pálida, fria e úmida
  • Sangramento pelo nariz, boca e gengivas
  • Manchas vermelhas na pele
  • Sonolência, agitação e confusão mental
  • Sede excessiva e boca seca
  • Pulso rápido e fraco
  • Dificuldade respiratória
  • Perda de consciência.
O tratamento da Dengue consiste em aliviar os sintomas e reposição dos líquidos perdidos
A pessoa deve manter-se em repouso, beber muito líquido (inclusive soro caseiro) e só usar medicamentos prescritos pelo médico, para aliviar as dores e a febre.
Para a Dengue não existe vacina, portanto a única forma de combate é eliminando os focos de água parada em qualquer lugar.

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Faxina, como faxina? Roubaram o dinheiro dos banheiros!


A apuração do chamado escândalo dos banheiros está fedendo mais que o desvio do dinheiro para a construção. Assembleia Legislativa, que tem o dever de apurar através de uma CPI, recusou-se a a constituir a comissão(aliás, está palavra no ouvido dos políticos soa muito bem $$$$$). Também de certo modo os deputados tem até razão. CPI no Brasil já sabemos como termina: PIZZA
                                                                      

A esperança que a  PROCAP( Procuradoria Contra o Crimes na Administração Pública) consiga punir os envolvidos neste tenebroso desvio. O Promotor de Justiça Ricardo Alcântara faz um trabalho brilhante frente a este órgão importante.
O que não pode é um desvio como este e tantos outros ficar na impunidade. Agentes Públicos tem o dever de aplicar bem os recursos. Neste caso bem grave está envolvida pessoas quem tem o mister de fiscalizá-los. A esposa e filhos do Presidente do Tribunal de Contas do Estado, estariam envolvidos neste golpe.
Quem paga por isso é a população pobre, já tão sofrida, espoliada, maltratada. Suspeita-se que tenham  sido desviados dois milhões de reais. Até quando a impunidade, a desonestidade vai prevalecer neste País? PRA SEMPRE..... Vergonha!!!






sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Crimes de pistolagem, força total no Ceará.

Ceará palco de crimes de pistolagem que aflige nossa população há séculos.Pistoleiros famosos apavoraram cidades interioranas os bandos montados à cavalo, a invadiam, saqueando, roubando matando vítimas inocentes.  Nomes clássicos da pistolagem como: Lampião, Zé Sereno e recentemente, Mainha " queimaram" suas vítimas de forma cruel.

No governo de Tasso Jereissati  nos idos dos anos oitenta  se vendeu à ilusão do fim dos crimes, prendendo famosos " dedos do Gatilho" no estado, mera ilusão. Nada acabou. A pistolagem antes restrita à regiões, Jaguaribana, Caririense, ilhamus e Norte do estado, precisamente no Vale-do-Curú. Hoje é vitrine na capital, e região metropolitana. Os " ases do gatilho", hoje se modernizaram não andam mais à cavalo. O transporte atual são motos possantes, geralmente com garupeiro que executa o " serviço" com perfeição.(sinistra). Deixando para trás a dor da família do que " partiu".

Em Fortaleza se executa uma morte por pouco mais ou nada, dez reais de dívida com traficante  de drogas é motivo para mais um assassinato. Jovens viciados na droga perdem à vida por poucos trocados. E o Poder Público o que está fazendo pra combater o crime, como sempre, nada.  Precisamos com urgência mobilizar à sociedade brasileira para a modificação das leis. A pena de morte para crimes, de latrocínio, pistolagem e outros que causa clamor na sociedade, seria uma alternativa?



quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Dia Nacional de Luta dos Professores.

Realizou-se ontem dia nacional de mobilização dos professores, pela implantação do Piso salarial da classe. Estipulado por lei no governo do ex-Presidente Lula. Muitos estados e municípios brasileiros teimam em não implantar o benefício, aliás muito justo.

Milhares de professores pararam por um  dia a sala de aula das escolas públicas pela defesa dos interesse legítimos da categoria. Salário defasado, profissional desestimulado.A Educação brasileira precisa dar um salto de qualidade, melhorar os índices de aprendizagem. Sabemos bem o sacrifício dos professores em educar alunos desestimulados por famílias desestruturadas, violência sobretudo na periferia das grandes cidades brasileira ( o problema já está se alastrando pra pequenas cidades). A droga outro grande problema nacional afeta o dia-a dia dos profissionais da educação.

Aqui no município de Irauçuba a gestão atual, procura dentro da limitação  dos recursos que passa as cidades brasileiras, cumprir rigorosamente à lei do Piso Nacional. O salário do Professor do ensino fundamental I ( 3 º pedagógico) o valor de  R$ 1425,56, ou seja cerca de 20 % acima do piso. Além disto a implantação do PCCS ( Plano de Cargos e Carreiras e Salários) garantiu uma progressão salarial e de carreira. O professor que tem Pós- graduação recebe 45 % acima do piso nacional. Reconhecemos que os mestres merecem um salário melhor, mais muitos municípios brasileiros não consegue nem pagar o básico. Esta vitória dos Professores de Irauçuba é valorização da gestão, à classe. Aqui não houve mobilização da categoria em nenhum momento, para a implantação ( desde 2008, se paga acima do Piso nacional). Por respeito aos profissionais da Educação o Piso é cumprido integralmente.

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Corrupção, chagas aberta!!!!!

Qual o próximo escândalo que a mídia vai propagar? Quem será o próximo que será preso? Será ministro, deputado, senador, Juiz, Prefeito ......Brasil, País que as leis são estupradas a cada dia. Hoje o escândalo, é Nacional, amanhã já é Estadual.
Mês passado era o DNIT, onde corvos rapinavam a grana do Ministério dos Transportes, semana passada era no ministério do Turismo. Aqui no nosso Ceará. Uma gangue formada pelo filho e esposa do Presidente do TCE( Tribunal de Contas do estado)órgão encarregado de fiscalizar as contas estaduais. Segundo denúncias do O POVO. Desviava  recursos destinados a construção de banheiros nas comunidades pobres.Segundo investigações, dos recursos recebidos por associações presidida pelos dois. Não foi encontrado nenhum banheiro construído.O dinheiro público adquirido via impostos(e como são tantos) recursos estes na maioria das vezes cobrado até na cesta básica adquirida pelos mais carentes.
Aqui em Irauçuba, a reforma da BR 222, é um verdadeiro descalabro. A  estrada reformada a pouco tempo( 3 meses). Encontra-se com verdadeiras crateras. A empresa que ganhou a licitação do trecho da BR 222, ainda está com acampamento montado na cidade. Ainda não foi " concluído" 30 % do trecho, mas a situação é lastimável.
A Justiça é lenta, processos de criminosos que rapinam o dinheiro público passam dezenas de anos pra ser julgados. Quando tem Juiz que quer cumprir à Lei. É barbaramente assassinado ( Rio de Janeiro que o diga). Precisamos de uma Operação Mãos Limpas, como na Itália?

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

14 de Agosto de 2003, 8 anos da partida de meu Pai.

Neste dia, há exato 8 anos, partia meu querido pai, Raimundo Firmino, um homem exemplar,  um irauçubense de fibra, um brasileiro de coragem. Nunca em sua vida de 73 anos demonstrou fraqueza, destemor, preguiça.

Filho de um carpinteiro e de uma agricultora, nasceu na localidade de Cacimba Salgada, zona rural de Irauçuba, casou com Antonia Braga Firmino com quem teve nove filhos. Exerceu o ofício de Pedreiro durante toda sua vida. Na construção cívil exerceu sua profissão de forma brilhante.Construindo fábricas, barragens e casas, aqui no Ceará, e em outros estados ( A construção da Algodoeira Gomes em Itumbiária, Goiás). Aqui no Ceará construiu e reformou às fábricas do grupo João Gomes de Itapajé, Nova Russas e Uruburetama sendo que nesta cidade construiu a Cajugomes, fabrica de Castanha.

Quando em vida conseguia fazer com que muitos irauçubenses arrumassem o pão de cada dia dignamente com o trabalho. Homem integro, justo,  não tinha apego a bens materiais. Em suas empreitas que fazia com empresários. O lucro que obtinha, dividia com os operários que trabalhava nas obras com ele.

Neste dia que completa oito anos de sua partida ao céu, fica à saudade de um filho que o admirava, não só como Pai, mais como ser humano, através de seus exemplos que o senhor transmitiu pra mim, transmitirei também para os meus filhos. SAUDADES MEU QUERIDO PAI!

Dilma, anuncia nova Universidade Federal em visita ao Ceará.

Em visita realizada ontem dia  12 de Agosto de 2011 ao Ceará , a Presidente Dilma Rossef anunciou que dentro de breve tempo mais uma Universidade Federal irá funcionar no estado. É uma boa notícia para nós cearenses  visto o pequeno número de faculdades públicas existente  aqui.
Uma Universidade em uma  região do estado, representa desenvolvimento, novas oportunidades que surgirão pra jovens que sonham  com um futuro mais promissor, mais digno. Aliás nesta semana o Jornal OPovo pública reportagem que através do  SISU ( Sistema de Seleção Unificada ). Jovens de 155 municípios do estado conseguiram vagas na UFC.
O ensino superior brasileiro até pouco tempo atrás,  era privilégio  de quem estudava  terminava o ensino básico e o médio em escolas particulares, nas Universidades Federais só estudava filho de rico. Com este novo sistema de avaliação. O processo ficou mais igualitário, mais democrático.
 O PROUNI conseguiu  que milhares de jovens carentes  conseguissem, uma oportunidade de chegar à Universidade e almejassem uma formatura. O caminho pra se conseguir um desenvolvimento, com justiça social e dar oportunidade para que todos que querem caminhar num rumo melhor na vida, e o estudo. A valorização da Educação Pública é um Pilar para um País sem miséria.


sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Na Somália a luta ( da Fome) continua.

 
Vejo nos Jornais de hoje a luta do povo somali pra não morrer de fome. Noticiam que milhares de crianças já padeceu desta chaga, desta desgraça. Outra metade delas se encontram  gravemente desnutridas.Enquanto isto prossegue à guerra de lideres tribais. A luta para governar o ingovernável. Muitos dos lideres deste País se negam a deixar que os comboios da ONU, entrem em regiões dominadas, por eles.

A fome na África é fruto da ganancia das grandes potências imperiais do século XIX e XX, que a dividiram conforme o mapa da exploração. Ora no tráfico de escravos, ora nas riquezas minerais.( milhões de seres humanos foram retirados da sua terra para serem escravizados nas lavouras tropicais.

Se a Somália fosse rica em Petróleo ou diamantes. Certamente esta luta fradicida travada pelas tribos regionais já estaria resolvida. Assim como no Iraque ou Líbia, países  ricos em Petróleo. Os países ricos já teriam enviados tropas, navios e aviões pra " defender" o povo Somali.

Resta somente às pessoas  que ainda tem a capacidade de se indignar frente a tamanha atrocidade, tamanho extermínio de seres inocentes. Denunciar mais esta tragédia africana.Pode não servir mas que seja pelo menos motivo de vergonha, para todos nós.

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Cocal dos Alves, Piauí, cidade Educação exemplo!

Reproduzo reportagem do Portal IG , sobre pequena cidade piauense que se tornou campeã em Prêmios devido a qualidade da Educação. Bons exemplos devem ser seguidos pelas pessoas que adminstra as cidades brasileiras. Pricipalmente no Nordeste. Os indicadores educacionais desta região deixam muito à desejar:

Em Cocal dos Alves nada é mais importante que competições educacionais
iG visitou cidade campeã em matemática no interior do Piauí e descobriu que também há prêmios em química, português, geografia...
Cinthia Rodrigues, enviada a Cocal dos Alves (PI) | 01/07/2011
Em apenas três meses, a pequena cidade de Cocal dos Alves, de 5,6 mil habitantes no interior do Piauí, ganhou espaço nobre no noticiário brasileiro duas vezes. Em março, por ser a cidade onde nasceu e vive o vencedor do concurso Soletrando, programa de Luciano Huck, e na semana passada por receber quatro medalhas de ouro, três de prata e cinco de bronze nas Olimpíadas Brasileiras de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP). Em visita à cidade, o iG descobriu que o cocalalvense não é bom só nessas áreas. Há títulos em competições de outras disciplinas e todos os 16 alunos que se candidataram a vagas na Universidade Federal do Piauí no ano passado foram aprovados.
Foto: Cinthia Rodrigues Ampliar
Fachada da escola de ensino médio que teve 16 aprovados na Federal do Piauí
Nos últimos dois anos, foram três medalhas nas olimpíadas estaduais de química e uma na brasileira de língua portuguesa, além de trófeus de equipe. Em 2008, a cidade participou de um campeonato de história e geografia em comemoração aos 250 anos do Estado. Sagrou-se campeã. No ano seguinte, repetiram o campeonato e a cidade chegou à final sem errar nenhuma pergunta, assim como os rivais de Teresina. Para desempatar, foi feito um esquema em que a mesma pergunta era feita para as duas equipes e respondia quem batesse primeiro em um botão, mas aí os cocalalvenses ficaram apenas com o vice.
Leia mais sobre Cocal dos Alves
Porcos e cajueiros
Quanto mais se enumeram as vitórias, maior é o contraste com o tamanho da cidade a 300 quilômetros de Teresina. De perto, Cocal dos Alves parece menor ainda do que revela o tamanho de sua população. Muitas famílias moram em casas afastadas em meio a grandes plantações de cajueiros, a principal fonte de renda da cidade. A maior parte das ruas é de terra ou areia e frequentada por galinhas, cabras e porcos que vivem fora da cerca.

Na época de chuva, alunos como Clara Mariane Silva de Oliveira, de 13 anos – uma das que recebeu pessoalmente os cumprimentos da presidenta Dilma Rousseff pelo ouro em cerimônia no Rio de Janeiro – atravessam um rio com água até os joelhos para pegar o transporte escolar. “O carro atola ali, eu puxo a calça e passo.”
No pequeno centro de meia dúzia de ruas de paralelepípedo e casas sem recuo, nada remete às recentes glórias educacionais. A única faixa, esticada na Praça da Igreja, diz “Bem-vindos aos festejos de São João Batista”. Mesmo nas duas escolas campeãs, a Unidade Escolar Teotônio Ferreira Brandão, de ensino fundamental, e a Augustinho Brandão, de ensino médio, não há troféus expostos, por falta de estrutura – todas as salas são usadas para aulas, não há espaço de convivência, quadra ou laboratórios e biblioteca é um luxo que existe em apenas uma delas.

(Izael Francisco de Araújo, campeão do Soletrando, fala da motivação dos alunos em Cocal dos Alves)


Sonho possível
Para os alunos e professores envolvidos nas competições, no entanto, nada é mais importante. Além das aulas regulares, há treinamentos aos sábados e, quase todos os dias, cada um estuda em sua casa, por prazer e pelo sonho, comprovadamente possível, de se destacar. Na zona rural, a energia elétrica vem sendo instalada nos últimos dois anos e a referência para crianças e adolescentes não é nenhum astro da música ou do futebol, mas os colegas medalhistas.

“Desde pequena, meu sonho é ganhar medalha”, diz Ana Carla de Brito Amaral, de 11 anos. Os pais e professores chegaram a temer uma frustração. “No ano passado, ela disputou pela primeira vez e a gente conversou que na 5ª série o máximo que alguém tinha ganhado era um bronze, então, uma menção honrosa estaria ótimo”, lembra a mãe, Edna de Brito.
Mais sobre educação no Piauí
Ana Carla conquistou a prata. Estabeleceu um novo recorde a ser perseguido pelos amigos, enquanto ela mesma já tem outros planos: “Quero o ouro na matemática e, quando tiver idade, vou disputar o Soletrando”, avisa, com um sorriso tímido, mas confiante.

Para o coordenador estadual das olimpíadas, João Xavier da Cruz Neto, professor de Matemática da Universidade Federal do Piauí, o que faz os alunos de Cocal dos Alves terem mais paixão pelos livros do que pela bola são os professores. “A diferença entre o futebol e a matemática é que no esporte qualquer um reconhece e estimula um talento. Já na matemática, a maioria não enxerga e muitos vêem alunos desafiadores como problema.”

Professores nascidos e criados na terra
O desempenho do professor de matemática Antonio Cardoso do Amaral se traduz em números. Desde que a OBMEP começou em 2005, ele teve alunos premiados em todas as edições: 2 pratas e 1 bronze no primeiro ano; 1 ouro, 3 pratas e 2 bronzes em 2006; 2 ouros, 1 prata e 5 bronzes em 2007; 6 bronzes em 2008; 1 ouro, 1 prata e 8 bronzes em 2009; e o resultado recorde do ano passado, cuja premiação ocorreu neste mês.

Por causa disso, foi convidado a falar ao Senado, fazer uma reunião com o ministro da Educação Fernando Haddad e dar informações à assessoria de Dilma Rousseff, que vai comentar o assunto no seu programa de rádio Café com a Presidenta. “Só dá certo porque os alunos querem aprender”, garante.
Para comprovar a tese, conta que se inscreveu em um concurso para uma vaga de mestrado em que havia 40 vagas e 800 inscritos. Ficou em 53º lugar. “Não estou entre os melhores. O que faço é me esforçar para apresentar a matemática como ela é. Nunca dou uma fórmula pronta, volto lá na história, resolvo do jeito difícil, mostro o caminho penoso e como alguém saiu dali para uma fórmula que tornou mais fácil resolver tal questão.”

Amaral nasceu em Cocal dos Alves, antes da emancipação do município, que ocorreu há apenas 15 anos. Fez o primário ali e o restante na vizinha que já foi sede, Cocal – sem "dos Alves" e sem medalhas. Nos primeiros anos em que deu aula, enfrentou resistência dos familiares dos alunos. “Ele era rígido, os pais vinham todos reclamar comigo”, conta João de Brito Cardoso, primeiro prefeito da cidade, analfabeto – como quase toda a população acima de 50 anos – e avô de uma medalhista. Para Amaral, a olimpíada foi o que o salvou.
Foto: Cinthia Rodrigues Ampliar
João Francisco em frente sua casa. Bolsa de R$ 100 por mês foi usada para comprar geladeira
Futuro promissor
Os resultados educacionais começam a mudar a vida dos cocalalvenses. A primeira transformação ocorre nas próprias escolas. Todos os oito computadores e o datashow utilizados foram prêmios pelos resultados nas competições. Desde o campeonato pelo aniversário do Estado, também há a promessa da construção de uma quadra, luxo que nenhuma das unidades possui até agora.

A própria escola de ensino médio vai mudar de prédio no próximo semestre. O governo federal construiu uma instituição modelo com prédios arejados e espaço de jardinagem que, por enquanto, destoa. “Lá vamos poder montar laboratórios, coisa que nunca se viu por aqui”, diz o coordenador pedagógico, Darkson Vieira Machado.

Nas casas dos premiados, também já se vê mudança. Algumas competições os premiaram com netbooks, e as medalhas nas olimpíadas brasileiras dão direito a bolsa de R$ 100 por mês durante um ano. No casebre sem reboco e com fogão à lenha de João Francisco Rocha, de 17 anos – medalha de bronze em 2008, o dinheiro se transformou na geladeira, que a família ainda não tinha.
O professor Amaral confia que vem muito mais por aí: “Se você voltar aqui em 10 anos, essa família vai ter uma condição de vida totalmente diferente, proporcionada pelo profissional bem formado e pago que este menino vai se tornar. Garanto.”